Dicas D’Furlan Baby De Sobrevivência Para Pais De Primeira Viagem

Quantos não devem ter sido os futuros ou novos pais, que já ouviram as célebre sentença: “aproveite bem esta fase, porque ela passa voando e depois vai sentir saudades”. Que, aliás, faz todo o sentido, pois quem já viveu a experiência da criação de filhos, nunca deixará de lembrar com carinho os primeiros meses de vida dos pequenos.

São tempos que realmente passam rápido demais. Porém, não são só um mar de rosas diante à tentativa de sobreviver a meses de noites sem dormir, as cólicas. Possíveis intolerâncias a certos produtos ou alimentos e mais alguns probleminhas eventuais. Fora a ansiedade que resulta no sentimento de responsabilidade por todos os aspectos da vida de um novo ser humano.

Pais de primeira viagem
Imagem: Shutterstock

Portanto, aqui vão alguns conselhos reais aos pais que vão ter seu primeiro filho. Sobre o que eles mais precisarão para administrar sua nova vida.

Melhor Relaxar Mais E Deixar As Paranoias De Lado

Mais dia, menos dia, os pais acabam percebendo que fazer absolutamente tudo com total perfeição é pura ilusão. Basta entender que “bom o suficiente” é o necessário. Com confiança e alegria você será fundamental na criação dos filhos. Portanto, tente embarcar em sua nova vida com um bebê que acabou de chegar, concentrando-se apenas nas prioridades básicas.

Se tiver vontade de ir ao banheiro, não pense em ates esfregar o chão, fazer bolinhos de chuva para seus convidados ou colar glitter nas lembrancinhas de agradecimento. Em vez disso, faça uma coisa de cada vez. Com equilíbrio para recuperar as forças e reservar um tempo para o que realmente precisa: dormir, respirar ar puro, aproveitar o tempo de silêncio apenas para sentar e conhecer o seu bebê. Lembre-se sempre: tirar a pressão de querer fazer tudo com perfeição é o maior presente que você pode dar a si, ao seu parceiro e ao seu bebê recém-nascido.

Pais e filhos
Imagem: Shutterstock

O Compartilhamento Das Tarefas É Essencial

Seja para trocar fraldas, dar banho ou colocar o bebê para dormir, exceto a amamentação que cabe à mãe. É preciso que haja uma boa sintonia no quesito parceria, para que nenhum dos dois cheguem à exaustão.

Se o pai cuidar do bebê até tarde da noite, a mãe estará descansada e pronta para assumir os cuidados nas primeiras horas da manhã, enquanto o parceiro recupera suas energias no revezamento.

Imagem: Shutterstock

Não Acredite Em Qualquer Informação Antes De Checar A Sua Veracidade

Uma das armadilhas da criação moderna de filhos é a quantidade de informações que você pode consumir de maneira fácil e rápida sobre cada método e os passos que você e seu bebê podem seguir.

Portanto, se o seu bebê não dorme durante a noite ou durante o dia, ou se não se acostuma com a mamadeira ou o seio como se esperava, o desafio diário será não se deixar dominar dicas desencontradas que transformam-se em fracasso no momento de avaliação do quadro geral. Há casos de muitas novas mães especialmente propensas a se sentirem ansiosas por não fazer tudo certo, não importa o modelo que escolham seguir. Então, muitas vezes, vale mais a pena agir intuitivamente do que dar ouvidos a uma provável incerteza.

Pais com bebê
Imagem: Shutterstock

Deixe O Orgulho De Lado E Nunca Exite Em Pedir Ajuda

Passamos nossa vida em busca de um lugar no mundo como adultos trabalhadores, independentes e capacitados. Ou seja, sentimos que devemos ser capazes de assumir esse novo papel sem problemas. Mas não é bem assim.

Cuidar de um bebê é uma tarefa cansativa e quanto mais cedo você aprender a aceitar ajuda, melhor. Seja recebendo encomendas de fraldas via delivery ou contratando alguém para fazer o trabalho doméstico, aceitando ofertas de familiares ou amigos para fazer compras de itens pontuais na D’Furlan Baby, preparar uma refeição para você, dobrar sua roupa ou deixar que segurem o bebê enquanto você toma banho. Não hesite. Sempre diga sim a todas as ofertas de ajuda.

Criação de filhos
Imagem: Shutterstock

Lembre-se de que seu bebê precisa de pais que não sejam muito oprimidos e ansiosos, que terão prazer em cuidar dele e que estarão presentes.

No final das contas, todos esses conselhos se resumem em mudar as prioridades da paternidade para que vocês obtenham o que realmente precisam: um pouco de sono, muita paciência e um tempo com qualidade para se relacionar.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email